Make your own free website on Tripod.com

João Luiz Dallamuta Lopes, 16/12/98:

Muito se tem especulado sobre a escolha do novo caça da FAB sendo ocarater economico o grande problema a ser contornado na decisao final.Ao meu ver nao adianta fazer economias burras em investimento inicial,pra depois ter que amargar o fato do material empregado nao ser o maisadquado a situaçao.Vamos analisar o cenario em que o FX poderia serempregado, Quase certamente em um comflito de baixa densidade ondeatuaria em ataques de media profundidade em territorio inimigo(550Km-lo), PAC, e superioridade aerea bem como escolta a avioes de apoioaproximado (AMX). E imperativo ao meu ver a obtençao de uma combinaçaoHI-LO mix contrariando a tendencia dos que defendem uma maiorpadronisaçao das plataformas. O SU-27 sem duvida alguma seria o ladoHI da equaçao ja que uma pequena quantidade de celulas (entre 15 e 20)operando como grupo de defesa aerea teriam uma relaçao custo-beneficio dificil de ser batida.Contra o SU-27 ja li que ele trariaprobelams politicos com os paises vizinhos do brasil mas pergunto sequando o peru comprou seus mirages2000 e seus migs29, bem como os F-16venezuelanos houveram reticencias do brasil quanto a esteequipamentos? em algum momento nos lamentamos de termos uma forçaaerea formada por F5 e mirrageIII?O lado Lo da equaçao cabe mais discusoes, particularmente defendo odesenvolvimento de uma plataforma nacional disponivel em 15 anos (umup-grade dos F-5 seria necessariom ate la) mas o grande argumentocontra ela e o custo? Acho que existe uma certa mentalidade arcaicados militares que ficam lambendo suas feridas e colocam a culpa detodas as maselas na falta de dinheiro. Um programa destes custariaalgo como 4 bilhoes de dolares em 12 anos oque daria 340 milhoresano, uma quantia nao muito indecente perto dos 150 milhoes/ano quecustara o aumento dos deputados, juizes e ministros aprovados estasemana.E necessario que as forças armadas brasileiras preservem a suascapacidades de investimento em tecnologia mesmo que pra isto tenhamque encolher de tamanho, chega a ser ironico que o brasil que ja teveuma das melhores industrias de blindados do mundo tenha que importartanques leopard de segunda mao, tinhamos o osorio lembram? O novo FX ao meu ver seria um caça com uns 7,5T de peso vazio com uns550km de raio de açao e mach 2 de velocidade quanto a propulsao eavionica que nao dominamos muito bem poderia se utilisar turbinaseurojet do EF2000 e um acordo de cooperaçao com a industria israelensede eletronica, da russia poderiam vir algumas tecnologias sobreestrutura e aerodinamica. A procura de parceiros internacionais comoo chile, africa do sul echina nao seria descartada. Acho que tudo istoé obviu ja fazem uns 10 anos e nada foi feito, a desculpa dinheiro.Bom como o desemprego na frança na russia anda em alta talvezdevesemos comprar algumas caixas pretas deles...

 

Guerra Moderna, 16/12/98:

Parabéns pelos comentários!
A comparação com o aumento dos deputados, juizes e ministros foi genial!
Seu comentário já está na Internet.