Make your own free website on Tripod.com

Kaliban´s Technical Readout: Locust

Locust é um dos mechs leves mais conhecidos em Battletech e também presente em Mechwarrior. Se destaca por sua velocidade, fraca proteção e poder de fogo. Visto por muitos como uma peça de batalha pouco útil, pode se tornar um importante trunfo se for utilizado corretamente.

Locust significa "gafanhoto" mas esse mech me lembra muito mais uma avestruz do que um inseto. De qualquer modo, todas as versões se caracterizam pelo torso compacto, as longas e finas pernas que se articulam para trás. Os braços foram reduzidos à torretas giratórias para armas leves.

A principal, e talvez única, virtude do Locust é sua mobilidade e velocidade. Ela é pouco útil na linha de frente em combate com outras unidades pesadas (mechs ou veículos). Porém, o discreto tamanho e mobilidade permite que ele opere sozinho ou em pequenos grupos atacando alvos pouco protegidos do inimigo: comboios terrestres, edificações, pequenas guarnições, são atacados de surpresa. Tão rápido são atacados, os Locusts abandonam a área sem que possam ser alcançados. A presença de Locusts atrás das linha inimigas é um fator de preocupação à qualquer comandante...


Classic Battletech

A versão mais comum é a LCT-1S equipada com 1 Laser médio e 2 metralhadoras. Apesar da limitação de munição (200 tiros), as metralhadoras são muito eficientes contra infantaria (2d6 de dano). A blindagem totaliza 4 toneladas, suficiente inclusive para enfrentar engajamentos rápidos contras armas pesadas (PPCs ou AC/10s).
Versões alternativas na Inner Sphere foram equipadas com 4 Laser Leves ao invés das 2 metralhadoras otimizando o dano em curto alcance. Outras versões receberam Misseis de curto alcance (SRM-2) ou de longo alcance (LRM-5), mas sacrificando a blindagem.
Em todas as versões está presente o leve e econômico reator LTV 160, garantindo uma velocidade 8/12 (andar/correr) e sendo um alvo dificil de atingir.


Mechwarrior

A evolução tecnologica entre o período de CBT até o de MW, trouxe várias inovações tecnologicas para esse mech. O reator Magma 160 foi substituído pelo Hermes 240 com tecnologia XL, volumosos mas mais leves que os antigos permitindo um aumento de 50% na velocidade. Blindagem Ferro-fibrous, chassis Endo-steel (mais leves) e lasers de alcance extendido (ER-Lasers) também foram adicionados.

As versões MW possuem invariavelmente o equipamento especial "Evade" que representa a habilidade de correr (2x a velocidade base) sem aquecer e a agilidade em desengajar em situações de combate corpo-a-corpo. É uma combinação ideal para ataques relâmpagos, além de poderem manter uma velocidade incomparável em trechos médios e longos (em curtas distâncias podem ser alcançados praticamente só por Vtols).

As versões de cada facção apresentam pequenas variações de equipamentos:

Swordsworn - Preciso sistema de disparo (Ataque 8 com Improved Targeting), mas com maior tendência de superaquecimento e um dial bastante curto.
Republic of the Sphere - apesar da boa defesa (18 + evade), o alcance primário 10 e ataque 8, decepcionam.
Spirit Cats - Uma da melhores versões com um bom ataque (9), defesa (18 + Evade) e alcance primário (12), mas sacrificando a velocidade (10 ao invés de 12 das versões SS e Mercenary)
Mercenary - pintada em um belíssimo esquema de cores (mas não muito eficiente em camuflagem), possuí uma boa velocidade e alcance primário (12, ambos)

Entre os pilotos lendários do Locust se destaca Mavis Morgan que desenvolveu avançadas técnicas de combate corpo-a-corpo (representada pelo SE Agility). Capaz de atingir uma velocidade de 14, reduziu o alcance de seu armamento (6) com um dano primário de 3.
Outro piloto lendário é Shin Yoshida, famoso por sua precisão no ataque (11) e habilidade na manobra "rock-and-roll" (ou Alpha Strike para os mais técnicos)
 


FIM
 



PS.: o autor comprou 5 boosters de MW até agora. Em 3 vieram versões de Locust (SC, SS e Merc). O autor também tem um Mavis Morgan de Bannson's Raiders.


 

DE VOLTA PARA: FANZINE - Micchi´s homepage